sábado, 8 de junho de 2013

Dois-toques




A terceira partida da primeira fase foi em ritmo de treino. Sem tradição no futebol, a Nova Zelândia levou um  baile de uma Seleção que se firmava exibindo com maestria o futebol-arte. Toque de bola sem estrelismos, finalizações com estilo e vontade de ganhar faziam parte da essência do time. Foi um 4 x 0 sem suar muito a camisa. Destaque para o primeiro gol de Zico e o de Serginho que, enfim, desencantava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário