sexta-feira, 14 de junho de 2013

Los hermanos


A Argentina era a campeã do mundo e, além de jogadores experientes como Fillol, Passarela, Ardiles e Mário Kempes, trazia Maradona em sua primeira Copa. A Seleção respeitou a rivalidade e mostrou-se nervosa em alguns momentos. Zico parecia ansioso para marcar um gol e se precipitou em vários lances. Mas o seu passe pra Falcão e sua assistência genial para Júnior marcar o terceiro gol compensaram tudo. Falcão, aliás, fez uma partida antológica, uma atuação impecável. Os 3 a 1 nos hermanos foram marcados ainda pela expulsão de Dieguito por agredir Batista. Depois do jogo, ninguém mais criticava Valdir Peres nem lembravam de pedir Dinamite no lugar de Serginho Chulapa. A euforia no país era incontrolável, o título era uma questão de tempo: "Que venha a Itália!". E ela veio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário